Qual a diferença entre expografia e museografia?

museu_cong15122015_033
Foto: Ana Elisa/Portal EBC

 

A diferenciação desses termos é sempre bastante polêmica, pois são conceitos que estão associados e muitas vezes, confundem-se. Desta forma será esclarecida aqui a diferença entre os termos, utilizando o pequeno glossário de exposições, proposto por Desvallées em 1998.

 

“A expografia é a arte de expor. O termo foi proposto em 1993, para complementar o termo museografia para designar a colocação em exposição e aquilo que diz respeito a ambientação, assim como o que está ao seu redor, nas exposições (com exceção das outras atividades museográficas, como a segurança, a conservação, etc), e que essas últimas se situam em um museu ou em um lugar não museal. Ela visa a pesquisa de uma linguagem e de uma expressão fiel para traduzir o programa científico de uma exposição”. (DESVALLÉES, 1998)

Já a museografia é o campo do conhecimento responsável pela execução dos projetos museológicos. Através de diferentes recursos – planejamento da disposição de objetos, vitrines ou outros suportes expositivos, legendas e sistemas de iluminação, segurança, conservação e circulação – a museografia torna possível apresentar o acervo, com o objetivo de transmitir, através da linguagem visual e espacial, a proposta de uma exposição.

 

“A museografia, termo que aparece pela primeira vez no século XVII, se define como a museologia prática e aplicada. Ela está subordinada à museologia e aplica as conclusões teóricas as quais a museologia chegou. (…) A museografia compreende as técnicas necessárias para preencher as funções museais e particularmente aquelas que concernem a gestão do museu, a conservação, a restauração, a segurança e a exposição. Mas, o uso da palavra museografia, em francês, tende a designar nada mais que a arte – ou as técnicas – da exposição. É por isso que, desde alguns anos, o termo expografia foi proposto para designar apenas ao que concerne as exposições, sejam elas em um museu ou em um espaço não museal”. (DESVALLÉES, 1998)

 

_________

Curta nossas redes sociais:

Insta: @criticaexpografica | Face: facebook.com/criticaexpografica

_________

Crítica Expográfica é escrito por Renata Figueiredo Lanz, que, além de produtora de conteúdo neste blog também é diretora de criação da Renata Figueiredo | design gráfico + expografia . Para entrar em contato envie um e-mail para renata@refigueiredo.com.br

_________

Gostou do post ou tem uma outra opinião? Deixe seu comentário abaixo.