Museus virtuais

Screen Shot 2016-04-18 at 10.54.38

Confesso que tenho certo preconceito com museus virtuais. Ou é site, ou é museu, certo? Talvez não.

Hoje me deparei com uma “mostra virtual” sobre os 12 profetas e Aleijadinho. Um site simples e bastante objetivo. Confesso que aprendi muito mais em 20 minutos de navegação por este site do que na visita ao museu ao lado do santuário (vide crítica sobre esta visita no post https://wordpress.com/post/criticaexpografica.wordpress.com/565).

E mudei um pouco meu ponto de vista. O museu virtual não substitui o museu físico. Não é possível reproduzir a emoção de se deparar com um objeto real, com texturas, na sua posição real, a composição do conjunto. Portanto, não substitui o apelo do objeto. Mas pode sim complementá-lo de maneira bastante interessante.

Para ver mais: http://200.144.182.66/aleijadinho/

2 comentários sobre “Museus virtuais

  1. Sim, concordo com você. Temos vivido desde 2008 uma experiência satisfatória nessa questão quanto a interatividade do público com a Casa da Memória, museu físico e o Guaranésia Memórias – Museu Virtual que tem como objetivo possibilitar uma rede de troca de experiências e conhecimentos entre os guaranesianos e a sua história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s