MAM perde curadores

O MAM perderá no final deste ano dois curadores que contribuíram para a revitalização do museu.

Na reportagem do jornal “O Globo”, é abordada a questão  dos altos custos do museu, entre eles o de manutenção do acervo. Os altos custos envolvidos nessa manutenção, muitas vezes são ignorados pelo grande público.

O raciocínio de que o museu pode fazer exposições com o seu acervo para baratear os custos é, em geral, muito limitado. Tudo o que fica “nos porões”tem que ser mantido, classificado, organizado, estudado para, só depois, ser exposto como resultado de uma pesquisa.

Neste sentido, é muito mais “fácil” trabalhar com um museu de “acervo imaterial” ou ainda com os dispositivos multimidias. Nenhuma peça é única. Quebrou um monitor? Basta comprar um novo. Caro? Sim…. e quanto custa restaurar uma obra de arte?

Veja mais em: http://oglobo.globo.com/cultura/artes-visuais/mam-perde-curadores-que-revitalizaram-sua-programacao-18074038